Maturéia recebe representantes da Serra do Teixeira para traçar metas e debater suas propostas

 

 

                   Aconteceu na manhã desta terça feira (14/04), na Sede do CEPFS na cidade de Maturéia interior da Paraíba, um encontro envolvendo diversos representantes do Poder Público, Presidentes de Associações Comunitárias, líder sindical, funcionários da EMATER, secretários municipais, Vereador, representantes das igrejas e outros movimentos da sociedade civil organizada que compõem a Serra do Teixeira.

                   O objetivo do encontro consiste em analisar os recursos disponibilizados pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário – MDA, na ordem de R$ 425 mil reais, conforme edital do ano passado, e fomentar os debates com foco na realidade de cada Município, bem como, traçar metas e prioridades a serem atendidas por meio dos financiamentos do PROINFO em parceria com as comunidades contempladas.

                   A reunião foi ministrada pelo senhor Bivar Duda da cidade de Santa Luzia, que contou com a presença dos representantes de: Imaculada, Princesa Isabel, Cacimbas, Teixeira, Desterro e Maturéia, segundo o palestrante, a baixa participação ainda continua sendo um problema a ser superado e a falta de articulação e a fragilidade na comunicação contribuíram com a baixa frequência no local.

                   Atualmente a Paraíba se encontra dividida em 15 territórios. Já a regional de Patos conta com 24municipio que compõem o território das cidades. Bivar acredita no movimento organizado e defende a participação de outras organizações como forma de elaborar projetos viáveis, visando melhorias nas comunidades rurais para que seus moradores sejam capazes de explorar suas potencialidades na geração de emprego e renda de forma autônoma.

                   Nos dias 7 e 8 de maio acontecerá a plenária em Patos no Bairro Santo Antônio, onde cada setor deverá apresentar suas propostas para serem analisadas e possivelmente aprovadas. O Vereador Adriano da cidade de Desterro acredita numa ação conjunta e defende a união dos municípios mais próximos para se pensar num projeto mais abrangente que atenda as populações destes setores.

                   Já o ex-prefeito Geraldo Paulino que foi representando o Prefeito de Cacimbas, Léo Terto, falou das dificuldades que as pequenas cidades vêm enfrentando e destacou a necessidade dos gestores de unirem para elaborar suas propostas e projetos coletivos. Ele ainda lembrou outras experiências bem sucedidas que outros grupos desenvolveram em regiões favorecidas pela abundância de águas e mobilidades urbanas.

                   Os parceiros como o Banco do Nordeste, as Universidades e outras organizações podem financiar e orientar a elaboração de Projetos produtivos do tipo: criação de animais de médio e pequeno porte, a exemplo de caprinos, ovinos, galinhas, codornas para o abate, produção de leite ou ovos, criação de abelhas para produção de mel e cera, quintais produtivos, criação de peixes, artesanato e produção de frutas.

                   O Secretário de Agricultura de Cacimbas, Edilson Silva Nascimento também esteve presente no evento, na ocasião ele refletiu sobre as propostas e sugeriu maiores investimentos nas propriedades rurais como forma de valorização da agricultura familiar e manutenção do homem no campo.

                   Edilson lembrou-se de outros programas já implantados nos municípios e mencionou algumas conquistas da sociedade civil, por último criticou a forma da estruturação das EMATER, órgão responsável pelas assessorias aos produtores rurais.

                   Zé Dias, Coordenador do CEPFS seguiu o mesmo raciocínio e defende maiores debates no sentido de impressionar os investidores para aumentar os valores que considera baixo, até o ano passado era de R$ 425mil reais, para Dias é importante se defender a continuidade de outras experiências exitosas na região e manter os beneficiários motivados em suas propriedades.

                   “A união das famílias é fundamental e necessária, temos que pensar no coletivo e não apenas em interesses particulares. Temos que espalhar as ideias e procurar envolver outros agentes, impressionar os gestores e planejar bem as ações para se fazer muito com recursos limitados”, revelou Bivar Duda.

                   Diversas dúvidas foram esclarecidas e vários outros questionamentos foram anotados por Duda que se propôs em atender as demandas e realizar outros debates, ele repassou seus contatos e se comprometeu em encaminhar os materiais disponíveis para maiores informações dos interessados.

POR: SECOM/PMC.

 
:::PM Cacimbas:::
 
 

Prefeitura Municipal de Cacimbas
Rua São José 35 - Centro - CEP 58.698-000 Fone: 83 3476-1137
Atendimento ao Público
(Segunda a Sexta das 08:00 as 12:00 e das 14:00 as 17:00)