Equipes da Saúde se reúnem em Cacimbas e propõem novas estratégias de combate a dengue

 

 

                Estiveram reunidos na manhã desta terça feira 11/11 na cidade de Cacimbas no interior do estado da Paraíba, diversos profissionais para debater o problema da dengue no município e traçar estratégias de combate ao foco do mosquito transmissor que chega a preocupar a todos pelos altos índices de infestação.

                A capacitação que aconteceu na escola Municipal Tertulino Cunha, foi proferida por Antônio Neto, Gercino e Paulo Sérgio, da Secretaria de Saúde do Estado e da 6ª Gerencia de Patos, que reuniu parceiros das diferentes categorias, sendo: Educação, Administração, Agricultura, Poder Legislativo, Agentes Comunitárias de Saúde, Agentes de Vigilância Ambiental e Sociedade Civil.

                De acordo com dados divulgados na última quarta feira 4, pelo Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), Cacimbas está entre as 22 cidades paraibanas em situação de risco de dengue, com taxa de 4,1%. Esse número já esteve bem pior, chegou a 7,5%. A redução de quase a metade desses números se deve aos esforços das equipes que realizaram campanhas educativas e desenvolverem ações estratégicas de combate ao mosquito.

                Durante entrevista concedida a nossa reportagem, Antônio Neto, alertou a população, quanto aos cuidados que estas devem ter com seus recipientes e falou dos perigos provocados pelo Aedes aegypti e fez referencia a outra doença grave provocada pelo mesmo mosquito que é a chikungunya, ele destaca a importância do trabalho conjunto no combate ao principal vetor de transmissão dessas doenças.

                A Coordenadora Municipal de vigilância Epidemiológica, Aniely Lima, demonstra total preocupação, quanto ao período de seca que se vive, onde as famílias podem armazenarem água de forma incorreta, o que poderá favorecer o criadouro de mosquitos. Aniely agradeceu a dedicação das equipes de saúde, os parceiros e prometeu ações diferenciadas para reduzir ainda mais os índices.

                O vereador Júnior Barros, disse que uma das maiores dificuldades encontradas pelos administradores é a questão burocrática dos órgãos fiscalizadores a exemplo o próprio IBAMA, que é rigoroso em relação a os terrenos para depositar os dejetos.

                “A limpeza dos fossões, o destino adequado do lixo, a limpeza de terrenos baldios, são algumas medidas que podem ser feitas pelo poder público para amenizar o problema e ajudar a população, fizemos a limpeza de alguns desses pontos, mas o IBAMA é exigente, quanto os critérios, eu sugeri que o aterro sanitário seja usado para tal finalidade e estamos aguardando um posicionamento do estado”, explicou o Parlamentar ao ser indagado.
 
Prefeitura Municipal de Cacimbas, com um novo tempo: administração Prefeito Léo Terto. SECOM/PMC.

:::PM Cacimbas:::
 
 

Prefeitura Municipal de Cacimbas
Rua São José 35 - Centro - CEP 58.698-000 Fone: 83 3476-1137
Atendimento ao Público
(Segunda a Sexta das 08:00 as 12:00 e das 14:00 as 17:00)